Blog PRO: os anos que se passaram

2 de janeiro de 2019 - Leave a Response

Esse blog destinado a o mercado de trabalho de web, design e correlatos até o momento soma:
5022 visualizações e
4816 visitantes

green-and-red-fireworks_23-2147495582

Agradeço a todos os leitores por prestigiarem esse espaço de reflexão sobre um pedaço do mercado design.

Anúncios

16 de dezembro de 2013 - Leave a Response

Precisa de serviços em:
• webdesign • design gráfico
• ilustração
• conteúdo e comunicação
• marketing digital
• pacote Office?

Fale com Wallace Vianna, designer freelance (autônomo) no Rio de Janeiro, RJ.

Opinião: Sites de mão de obra coletiva – valem a pena?

9 de julho de 2019 - Leave a Response

Há algum tempo comecei a usar sites de crowd source (na tradução, mão de obra coletiva, também chamado de leilão de projetos e serviços) como profissional e como cliente.
Fiz até um post descrevendo minhas dicas, observações e experiência em site de crowd source ou mão de obra coletiva.

Hoje posso falar um pouco melhor, com certo distanciamento crítico.

Primeiro quero diferenciar rapidamente os sites de sites de classificados de sites de mão-de-obra coletiva.

Os sites classificados são basicamente de 2 tipos: anúncios tipo jornal impresso, mas na internet e os sites que intermediam a oferta e contratação de serviços. Esses sites ganham dinheiro com a exposição e publicação de anúncios, com ou sem intermediação do serviço (feita pelo site).
Em todos os casos, normalmente se cobra taxa única pela publicação ou intermediação do serviço, independente do valor do serviço prestado ou negócio efetuado.

Os sites de crowd source ou mão de obra coletiva intermediam a busca, contratação e pagamento de serviços entre o cliente e profissional.
Esses sites ganham dinheiro com um percentual do serviço pago pelo cliente ou com a venda de exposição do profissional, no site.
É algo que já existia antes da internet, com as antigas agências de empregos ou de currículos.

Explicado isso, vamos aos prós e contras:

Continue lendo »

Registro de domínio: a importância do marketing

18 de fevereiro de 2019 - Leave a Response

Ter o nome do produto no domínio é estratégico, assim como um bom marketing, para evitar casos como o site “boleto fácil”, cujo domínio http://www.boletofacil.com.br/ e http://www.boletofacil.com foi adquirido por outro e teve de ser registrado como https://www.boletobancario.com.

Agora, ter o nome do produto no domínio e não trabalhar as buscas no Google é inútil, como o “dono” do domínio “boleto fácil” deve ter percebido (basta fazer as buscas pelo termo “boleto fácil” e ver quem está indexado nas buscas). ;^/

freepik-e3-images-dominios-marketing

Imagem: Freepik e d3images

WordPress com Gutemberg

28 de setembro de 2018 - Leave a Response

O WordPress para acompanhar o mercado – desde concorrentes como o Wix como o mercado de plugins de construtores de páginas como o MotoPress, WP Bakery ou Elementor – está lançando o Gutemberg, um plugin dos próprios criadores do WordPress, para auxiliar a construção de páginas através de ferramentas visuais/gráficas do tipo “arraste-e-solte”/drag-and-drop.

 

Continue lendo »

Novas interfaces do Google e Facebook (2018)

25 de agosto de 2018 - Leave a Response

[Atualizado em 12.9.2018]

O Facebook e Google quase que simultaneamente anunciaram suas novas interfaces para seus sites.

O Google já havia apresentado a nova interface para sites como o GDrive, mas a grande surpresa foi o Gmail.

Apesar do desenho seguir os padrões do Google, o chamado material design, o Gmail está se tornando um protótipo do que eu chamo de “escritório online”, reunindo (de modo simplificado, claro) numa unica tela aplicações como Google Calendar (calendário de eventos) ou Google Keep (bloco de notas online), além de extensões (algo que só havia nos aplicativos do Google Docs (texto, planilhas ou apresentações).

google-facebook-novas-interfaces-2018

O Gmail agora possui um filtro ou seção de mensagens adiadas,  o que permite criar mensagens e enviar em data/hora especifica, o que adianta em muito o envio de mala direta e sinaliza direção do Google para serviço de e-mail marketing, embora tenha um longo caminho pela frente, para evoluir nesse sentido.

Outro recurso nas mensagens novas é o Modo confidencial, que permite enviar mensagens com senha ou com visualização restritas por data. Isso vem a reboque do recurso de compartilhar arquivos no Gdrive.

Por fim, a tela do Gmail pode ser exibida em pelo menos 3 modos de densidade de informação (padrão, confortável e compacto) e em divisão vertical ou horizontal, o que aproxima o Gmail de outros serviços de e-mail do mercado (Outlook.com, p.ex.)

O Facebook está apresentando uma nova interface para sus páginas, mas as mudanças até agora, pelo que pude perceber, são muito sutis, no design das páginas, sem melhorias nas funcionalidades (com exceção das novas políticas de moderação de perfis e páginas, agora muito mais agressiva do que antes).

Dicas para vendas online

29 de junho de 2018 - Leave a Response

Loja e sistema de pagamentos

Existem muitas formas de se vender online: de sites que apenas intermediam pagamentos, até lojas (vitrines) online com sistemas de pagamentos. Mas mesmo assim, certos cuidados devem ser tomados, de acordo com o sistema de venda, políticas do site que intermedia pagamentos, etc.

Uma loja online na verdade é uma vitrine de produtos/serviços com sistema de pagamentos. Você vai pagar tanto pela vitrine quanto pelo serviço de intermediação de pagamentos, que garante  reembolso caso algum problema ocorra durante a venda.
P.ex., uma loja online pode cobrar de 10% a 16 % por cada venda, enquanto num sistema de pagamentos as tarifas podem chegar a 7%.

Prazo de reembolso

  • Todo sistema de pagamentos embute um tempo entre o depósito do comprador e o pagamento ao vendedor, que pode ser de 7 a 30 dias.  Leve isso em conta na hora de fazer seu orçamento pessoal mensal.
  • Quanto menor o prazo de reembolso, maiores as taxas cobradas ao vendedor.

Fretes

O frete pode ser cobrado de acordo com as taxas dos correios ou empresa de entregas. Até onde me foi informado, o Mercado Entregas adota um sistema em que abaixo de valor (R$ 120,00) o frete é dividido entre vendedor e site de vendas. A partir daí o frete não é cobrado do vendedor. Por isso existem algumas soluções para esse problema:

  • pesar se vale usar o sistema de envio do site de pagamentos, que pode ter regras desvantajosas para sua venda de valor pequeno; usar frete próprio e fazer seu cálculo em cada venda.
  • embutir o preço do frete no produto a ser vendido (um valor estimado, R$ 10,00 em compras de baixo valor, sem desconto no frete)
  • priorizar vendas para estados próximos (facilitando cálculo prévio do frete).
  • O que fazer se a venda no site de terceiros não tiver boa taxa de frete: como normalmente frete só é vantajoso com valor alto, e o site pode ter a política de só considerar frete grátis em produtos de uma única categoria, tente fazer o seguinte: cancele a venda desvantajosa, crie um kit/conjunto com os produtos que o cliente adquiriu (tudo em uma única categoria), dê um desconto ou brinde, ofereça ao cliente esse kit e refaça a compra.
  • se for comprador, pesquise: um mesmo produto pode ser oferecido se não com valor, com frete mais barato, no mesmo site de vendas ou fora dele.
  •  deixar bem claro ao cliente que o prazo de entrega é estipulado pelos correios e que em caso de extravio, roubo ou outros imprevistos, a mercadoria está coberta por seguro.

 

Making of / processo: arte na rua

19 de junho de 2018 - Leave a Response

Making of/processo de Rogério Puhl, ilustrador, de mural feito em rua da Itália.
O nome da arte é Bataglia e pretende ser uma série de murais chamada “Nunca desista de seus sonhos”.

Observem que aos primeiros traços do desenho se somam as silhuetas escuras/pretas, que serão a base para a pintura dos volumes e detalhes, em branco (semelhante ao que se faz ao desenhar com lápis branco sobre papel preto).

 

 

Ilustração: Wally Wood

7 de dezembro de 2017 - Leave a Response

Segue matéria (crítica) que comenta um legado do ilustrador norte-americano Wally Wood: 22 quadrinhos que sempre funcionam. Uma pequena aula de desenho, para histórias em quadrinhos.

Faço apenas duas correções à matéria:
1) Segue abaixo a imagem original no traço de Wood:

wally-wood-22-paineis-pt

2) tradução de uma regra geral de trabalho de Wood:

  • Nunca desenhe o que você pode se apropriar;
  • Nunca se aproprie do que você pode traçar;
  • Nunca trace o que você pode (foto)copiar;
  • Nunca fotocopie o que você pode (re)cortar e colar

Atualização do WordPress.com

19 de outubro de 2017 - Leave a Response

O WordPress.com (só na versão móvel) oferece opção de adicionar novas mídias: conteúdo do Google Drive e botão de pagamentos.

wordpress.com-atualizacao

Inserir conteúdo de Google Drive no site do WP.com depende do utilizador inserir login e senha do Google para acessar esse conteúdo; o botão de pagamento permite utilizar sistema de pagamentos pelo PayPal, mas apenas para usuários pagos do WordPress.com.

O lado negativo é que estas opções novas não estão disponíveis na versão “antiga”/tradicional do WP.com, uma pena, pois a versão móvel tem facilidades para quem acessa pelo celular  e tablet, mas não possui muitas opções da versão antiga.

Esse tipo de politica – oferecer recursos novos para os usuários migrarem de interface – seria efetivo se todos os recursos da interface velha estivessem presentes na nova. Enquanto isso não ocorre, temos de conviver com essa forçação de barra…

Portfólio: inspiração para cartões de visitas

1 de outubro de 2017 - Leave a Response

O site Graphic Design Junction publica exemplos de cartões de visitas com links para quem desejar comprá-los na internet. Mas o post pode servir de inspiração para quem deseja criar novos cartões, também.

design-junction-cartoes-visitas