Ferramentas novas para webdesign
29 de setembro de 2014

Fiquem ligados, atentos pois os lançamentos de novas ferramentas para webdesign não param. Algumas vão vingar, outras vão sumir ou ser incorporadas por programas maiores, mas vale a pena conferir:

Seguem aqui duas dicas do Template Monster: Sketch plugins e 15 ferramentas para web design e developer.


16 de dezembro de 2013

Precisa de serviços em webdesign, design gráfico, ilustração e pacote Office? Fale com Wallace Vianna, designer freelance (autônomo) no Rio de Janeiro, RJ.

Reflexões profissionais 2013:2
7 de maio de 2013

Wallace Vianna é designer gráfico e webdesigner.

Conversando com colega de trabalho sobre o que fazer ao lidar com pessoa fechada a opinião das pessoas a sua volta.”Deixar pra lá”, foi a resposta da colega e nosso consenso.”mais tarde a pessoa descobre que você tinha razão”.
Volta e meia sou obrigado a fazer isso, até porque meu trabalho é entregar o que me pedem (no caso, sites para a web). Há exceções a regra e situações em que consigo contornar esse  problema. Mas de modo geral as pessoas ignoram a máxima de que se temos dois ouvidos e uma boca, ouvir é mais importante do que falar.
Falo isso pois frequentemente tenho clientes que ignoram certos conselhos meus, o que me fez escrever uma ou duas receitas de bolo sobre como as coisas funcionam em projetos de webdesign.
Quando comecei a trabalhar com webdesign, um site era como um cartão de visitas ou portfólio pessoal. Hoje em dia, fazer um site e não desenvolver certas ações é como montar uma casa perfeita no meio do deserto. Vai dar trabalho alguém chegar até você, e no final das contas a casa vai ser vendida ou abandonada.
Por isso que dá pena levar meses para entregar um site que será abandonado meses depois, só por falta de (a) uma conversa de 15 minutos, (b) três e-mails ou (c) ler pequenos posts em meu blog…


Uma matêria da ComputerWorld/UOL (9 fatores a serem analisados antes de aceitar um novo emprego) mostra algo em que sempre acreditei: funcionário tem de ser “empregável”, e as empresas/chefes tem de ser “trabalháveis”.
Quem trabalha tem de agregar valor ao que faz, e quem contrata tem de oferecer algo de valor além do salário para manter bons funcionários.
A alta rotatividade de uma famosa empresa de fast-food norte-americana ilustra muito bem esse meu raciocínio.


Observar o mercado de trabalho é fundamental. Deve ser por isso que faltam profissionais de nível técnico como padeiros, pedreiros ou cozinheiros: o mito de que só ocurso superior traz boa remuneração criou o mito de que profissões de nível técnico não tem valor, gerando falta desses profissionais,e aumentando seus salários (!). Já lí que um padeiro em SP ganha R$ 4.000,00.

Reflexões profissionais – 2013:1
12 de janeiro de 2013

Wallace Vianna é designer de mídia impressa (designer gráfico) e internet (webdesigner) no Rio de Janeiro, RJ.

O design é uma profissão de extremos. Ou faz coisas que realmente melhoram a vida das pessoas ou só acrescenta estética (que por sua vez tem suas razões de ser, enquanto não atrapalha a vida de ninguém).

O design erra quando faz textos como esses:

Iniciar parágrafos com letra minúscula não acrescenta nenhum valor ou informação à regra que diz que início de parágrafos devem ser em letra maiúscula. Dispensável.

lorem ipsum dolor amet consequiat facilisi reverterum lorem ipsum dolor amet consequiat facilisi reverterum lorem ipsum dolor amet consequiat facilisi reverterum lorem ipsum dolor amet consequiat facilisi reverterum.
lorem ipsum dolor amet consequiat facilisi reverterum lorem ipsum dolor amet consequiat facilisi reverterum lorem ipsum dolor amet consequiat facilisi reverterum lorem ipsum dolor amet consequiat facilisi reverterum

Colocar recuos da segunda linha em diante (como faz o PowerPoint) em texto corrido também não traz nenhum ganho real na leitura ou organização de textos longos. É o  famoso trocar seis por meia dúzia.

Lorem ipsum dolor amet consequiat facilisi reverterum lorem

consequiat facilisi reverterum lorem ipsum dolor amet consequiat facilisi
reverterum lorem ipsum dolor amet consequiat facilisi reverterum.
Lorem ipsum dolor amet consequiat facilisi reverterum lorem ipsum dolor amet
consequiat facilisi reverterum lorem ipsum dolor amet consequiat facilisi
reverterum lorem ipsum dolor amet consequiat facilisi reverterum.

Textos na cor cinza é um desrespeito com pessoas portadoras de deficiência visual ou da terceira idade, com”vista cansada”. Se a informação é um detalhe que não precisa ser lido o tempo todo (como os textos dentro de campos de formulário,o famoso “escreva aqui”) tudo bem, fora isso é uma inovação que deveria ser abolida do design.

Lorem ipsum dolor amet consequiat facilisi reverterum lorem ipsum dolor amet consequiat facilisi reverterum lorem ipsum dolor amet consequiat facilisi reverterum lorem ipsum dolor amet consequiat facilisi reverterum.
Lorem ipsum dolor amet consequiat facilisi reverterum lorem ipsum dolor amet consequiat facilisi reverterum lorem ipsum dolor amet consequiat facilisi reverterum lorem ipsum dolor amet consequiat facilisi reverterum

 

Aceito melhor textos que não possuem ponto final ao término dos parágrafos do que textos com as “inovações” acima.

O design acerta quando

  • Oferece opções para aperfeiçoar a leitura de páginas de internet (aumentar ou reduzir o texto, mudar o contraste entre e cor da página e cor  do texto).
  • Permite que a página de internet se ajuste ao tamanho do monitor, automaticamente.
  • Oferece o mesmo conteúdo na internet em mais de uma mídia (vídeo com legenda, imagem, texto, áudio), respeitando o usuário que acessa a internet em locais públicos, com poucos recursos de navegação.
  • Disponibiliza conteúdo independente da tecnologia;  a página deve poder ser lida mesmo se não carregar o CSS ou Javascript, e mesmo que o computador não tenha o Adobe Acrobat Reader, acesso ao YouTube, FaceBook ou Flash Player atualizado.