Archive for the ‘diversos’ Category

Designer e o MEI (Micro Empreendedor Individual)
2 de junho de 2017

simples-nacionalmei

Resolvi atualizar um link antigo deste blog (e que teve de ser removido, pois o link caducou de velho).

Designers – e qualquer profissional liberal ou autônomo – pode se cadastrar como MEI; a questão é que nem todas as atividades estão incluídas no MEI – design por exemplo, é classificado como atividade intelectual. Assim sendo, o designer pode procurar com atenção qual(is) atividade(s) podem se encaixar na sua atividade e se registrar como tal.

O link da matéria com detalhes precisos, que me orientou nessa postagem é do Central do MEI.

O link do site para se cadastrar como MEI é o da Receita Federal  (cuidado que tem sites de profissionais/empresas privadas que cobram uma boa grana para fazer o mesmo).

Boa sorte!

Reflexões profissionais – 2012:1
10 de janeiro de 2012

Não conseguia atualizar meu Flash Player, no trabalho ou em casa, mesmo baixando do site oficial da Adobe. Mas descobrí uma maneira: instalei o anti-virus Avast * e ele me permitiu baixar o Flash Player do site da Avast. Não me pergunte porque, mas o arquivo “fl32.exe” de 3,62 MB instalou direitinho…

O Google Chrome te deixa vermelho de raiva quando…
– imprime  o código de barras do boleto numa folha separada?
Calma, se a primeira folha do boleto tiver o código numérico, dados da conta ou nome do correntista, não precisa do código de barras…

– Não abre determinados sites direito?
Calma, use o Firefox (mesmo sendo mais lento…)

– Não recarrega imagens individualmente?
Calma, use os demais navegadores…

– Trava ou não carrega de primeira algumas páginas?
Calma, use outros navegadores que não tenham tempo-limite de espera na conexão de internet (evite o Firefox também).

Ou seja, se for usar o Google Chrome para navegar na internet tenha também o Firefox e o Internet Explorer (Safari ou Konkeror)…

Os programas de computador evoluem. O “programa instalado” evoluiu para o programa portátil, este para o programa online. O picasa do Google é um bom exemplo. Esse organizador de fotos incorporou recursos do editor de imagens online Picnik (comprado pelo Google) e hoje conta com versão instalada, portátil e online. Software hoje tem de ser assim, permitir uso local, portátil ou online, e isso indo além do help/ajuda (!). Aliás, cartão vermelho para programas que só possuem ajuda online…

Os programas de computador estão cada vez mais fáceis de usar, mas ao mesmo tempo possuem cada vez mais recursos. Certo, muitos recursos novos são um atalho para o que se fazia antes, precisam evoluir ou são realmente interessantes.
Os software online como os CMS (gerenciadores de conteúdo)  tem uma vantagem: te permitem adicionar ou remover recursos, conforme sua necessidade, sem inchar seu HD. Os programas instalados deveriam seguir esse conceito, como o diagramador de fotolivros DBook que oferece versões “básica/light” ou “completa/full” .

A tecnologia muda, mas o valor do intelectual é o mesmo. Fazer um projeto de internet com ferramenta que agiliza ou simplifica seu trabalho não significa que você está usando menos neurônios para fazer seu trabalho, nem que sua expertise está ao alcance de todos. O que balisa a remuneração é o quanto seu conhecimento é novo, específico ou popular. Percebí isso ao fazer “projetos expressos” com ferramentas profissionais baseadas em templates/modelos.
O tipo de cliente e projeto também conta, claro, independente da tecnologia envolvida.

Nota:

* O Avast é perfeito para quem instala programas gratuitos ou portáteis pois ele executa os programas “suspeitos” num espaço virtualizado, separado do Sistema Operacional, chamado de “caixa de areia” (sandbox) isolando o seu computador destes programas. Além disso o Avast escaneia sites suspeitos, complementando o Windows Defender que vem no Windows Vista em diante.

Hospedagem gratuita: manual de uso
24 de janeiro de 2011

Última atualização: março 2014

Quem se interessa sobre o tema – hospedagem gratuita – tem um texto do mestre André Ataíde no site Catabits, um texto meu no mesmo site e outro texto meu no site Profissionais de Tecnologia. Como meu objetivo é fazer com que outras pessoas não passem pelos mesmos percalços que um dia eu tive de  passar, desta vez estou aqui ajudando e alertando usuários que precisem se utilizar dos sites VilaBOL e FWHA (Free Web Hosting Area) e AwardSpace, atualmente os únicos sites de hospedagem gratuita “clássica” (que não é blog, permitindo hospedar sites sem propagandas) que posso indicar. Com tudo no mundo, esses sites tem suas limitações, que devem ser observadas para que se possa usufruir desses (raros) espaços de maneira confortável.

Vila Bol – Encerrado em 2012.

Eles recomendam no seu lugar o site XPG (que eu não recomendo) que hoje eu recomendo, pois virou um serviço respeitável de blog e hospedagem de sites, até com loja virtual… O único senão é você eventualmente não conseguir usar mais de um serviço (um blog e site, p.ex.) na mesma conta de usuário…

Em outra oportunidade faço um resumo do XPG neste blog.

 

Free Web Hosting Area (FWHA) – limitações:

1) Envio de arquivos

1.1) por FTP
– de preferência devem ser inferiores a 1mb – em caso de problemas no envio, tente usar o painel de controle; lembre-se de que o local onde está usando a internet pode ter algum tipo de restrição a uso do FTP.
– no FTP do Windows ou em conexão discada (ou semelhante), o envio de arquivos tende a ser mais restrito.
Na data em que posto essa observação (31/03/2011), o seu programa de FTP tem de estar com a opção “FTP passivo” desabilitada

1.2) via painel de controle
– arquivos compactados se possível não devem possuir (muitas) sub-pastas
– o tempo limite de envio de arquivos é de 60 segundos. Se não conseguir enviar nesse tempo, envie arquivos menores ou use um programa de FTP (no seu editor de HTML, instalado, online ou portátil). Dê preferência um programa de FTP que suporte reinícios (como o Filezilla, que tem versão portátil) se a conexão for interrompida.

2) Suporte a tecnologias de servidor como PHP, ASP, JAVA, CGI, FLASH SERVER, etc O FWHA não dá suporte a essas tecnologias de servidor na “hospedagem padrão”, mas você pode habilitar serviços adicionais que ele oferece. Se seu site aparece corretamente em outro lugar e aqui não, este pode ser o motivo.

3) Cadê  os recursos anunciados na página do FWHA como o editor de HTML “WYSIWYG” e outros? Aparentemente estão em desenvolvimento…

4) Nome de arquivos e pastas: – Ao nomear arquivos e pastas, tente usar o padrão 8.3 do Windows anterior à versão 95: se sua  pasta/arquivo for nomecomprido, nome-comprido, nomecomprido.jpg, ou nome-comprido.jpg, re/nomeie como nomecomp ou nomecomp.jpg. O FWHA pode ignorar pastas/arquivos com nomes longos ou com caracteres não-alfanuméricos (traços, p.ex) em sub-pastas.

5) Estão parecendo propagandas quando acesso minhas páginas! O FWHA agora está capitalizando acesso ao incluir – sem avisar – propaganda em suas páginas hospedadas ali. Mas você pode configurar o tipo de propaganda que seu site irá exibir em
www.freewebhostingarea.com
> members
> seu servidor (ex. http://ueuo.freewebhostingarea.com)
> Account Manager
> Account data.

Prós: Permite usar mais de um banco de dados na versão gratuita.

Contras: (a) tempo de conexão limitado (1 minuto), tanto para acessar como para enviar as páginas. (b) Após um tempo determinado a hospedagem é bloqueada se não tiver página index “válida”

Awardspace

site www.awardspace.com.

Prós:

  • boa interface e recursos, sem propaganda!
  • Permite uso de ferramentas – CMS, p.ex. – com ou sem instalador automático.
  • Bons recursos pagos e gratuitos para seu site.

Contras:

  • só permite uso de um banco de dados na versão gratuita.
  • Convenções próprias: o usuário de FTP é o “número de usuário” e não o “nome de usuário”;
  • o host de FTP não possui o prefixo “ftp.” –  ex.: nomedeusuario.dominio.com .

Wix

O WIX não é um serviço de hospedagem de sites mas um construtor de sites em HTML e Flash; não oferece os serviços de uma hospedagem ou CMS/Blog, mas permite a criação de sites com aparência profissional em versão gratuita ou paga.
É amigável como os melhores editores de sites como o Web A Capella ou Dreamweaver,
Na versão paga oferece serviços e e-commerce (comércio eletrônico) e propaganda em redes sociais.

Prós:

  • Facilidade de uso
  • Boas ferramentaspara construir sites
  • Rapidez para por um site no ar, gratuito ou pago,  com domínio .com

Contras:

  • Não te dá liberdade de configurar a hospedagem ou o site como na maioria das hospedagens (personalizar o HTML de seu site, p.ex.)
  • Não permite adicionar nem modificar recursos existentes

Existem outros sites de hospedagem gratuita diferentes destes

Enfim, não sei porque os proprietários dos sites não incluem essas informações no Help/Ajuda, já que isso facilitaria o uso das hospedagens. Enfim, fica aqui o manual de uso, espero que seja útil para os que se utilizam dessa modalidade de hospedagem…

Outras opções:

Site webnode