Palestra Suíte Adobe CS 6

Palestrante: Carlos Willian
E-mail: carlos.william@woc.com.br cwmi@ovi.com
Local: WOC, Downtown, Barra da Tijuca
Data e horário: 18 de maio de 2012, 6ª feira, 14h

Visão geral

O conceito por trás da suíte Adobe CS6 é oferecer programas instaláveis através da internet, eliminando as mídias tradicionais CD/DVD/Blu-ray. Os programas se baixam, instalam e atualizam através de uma licença de uso mínima de um ano. A Adobe disponibiliza programa de compra de software por suíte, com atualização automática online. Por um lado isso reduz custos de distribuição, por outro não dá ao interessado chance de escolher em qual mídia deseja adquirir o produto. O principal motivo com certeza é tentar reduzir a pirataria com um controle online dos programas vendidos, em tempo real, via internet.

Agora os programas voltados para web e impresso estão disponíveis em uma única suíte (chamada Creative Cloud); paga-se mais do que no software em mídia, mas tem-se softwares adicionais para tablet (touch), que são os softwares tradicionais da Adobe com recursos simplificados, com atualização.
Exemplos desses programas simplificados são o Adobe Muse (Editor de HTML) e Adobe Edge (flash simplificado que salva animação em HTML 5).

O Creative Cloud além de ser um serviço de assinatura e download de software é um serviço de armazenagem de arquivos online, até 20 gb.

De novidades, o Sistema Operacional da Google, o Android 4 agora suporta Flash. Um golpe duro para as tablets da Apple que não suportam Flash. já que dispositivos de mão com baterias de longa duração já é realidade, vide exposição Suécia Inovadora, no CCBB RJ (*). Para quem não acompanhou na mídia, a maioria dos aparelhos “de mão” que acessam a internet não carregam Flash direito, pois não tem bateria com carga suficiente, gerando aquecimento e desgaste dos aparelhos.

A Suíte CS6  ao contrário da versão CS5 traz pequenas mudanças para ajudar no dia-a-dia (um pedido antigo dos usuários da adobe).

O Illustrator e Photoshop fazem uso de recursos de hardware dos processadores de placa de vídeo e placa-mãe. Atualizar software de ambos processadores é algo desejável para melhor desempenho dos aplicativos Adobe. O uso da placa de vídeo (hardware) agilizou o uso das ferramentas pesadas como 3D ou pattern/padrões vetoriais.
Ambos trazem interface nova (escura), ao contrário dos demais programas das “famílias” web e gráfica.

O Photoshop CS6

Recursos apresentados:

  • Pincéis com tamanho até 15 mil pixels,
  • Recursos antigos na suíte MS Office (Word Excel e Cia): o PS CS6 avisa quando uma mesma imagem é aberta por duas pessoas, e disponibiliza configuração de salvamento a cada “x” minutos (Adobe se rendendo a realidade da plataforma PC?).
  • O recurso Content-Aware (Conteúdo Sensível) com mais opções: ao selecionar e remover a imagem de uma área, o faz com fundo recortado/transparente, preenchendo a área que ficaria vazia.
  • Ferramenta de recorte ao selecionar já enquadra a imagem toda; você pode mover e girar a imagem dentro do recorte.
  • Painel de camadas possui filtro, permitindo visualizar apenas algumas camadas por nome, tipo, etc.
  • O menu 3D permite aplicar texturas e sombra em 3D, em textos e imagens, como o Illustrator já fazia há algum tempo.
  • O painel Bridge agora se chama Mini Bridge, modificado agora em forma de painel horizontal, se incorporou melhor a interface do PS.
  • A edição de vídeo inclui agora áudio. Pode-se fazer corte de clipes. Filtros de 3D e vídeo podem ser usados no PS melhor agora.
  • PS CS6 tem filtros que imitam os pincéis do Corel Painter, além de seleções especializadas com a precisão (mas não com a diversidade) do Corel Knockout.

O Illustrator CS6

traz como novidades:

  • linhas de contorno com gradiente;
  • a vetorização (auto trace) está melhorada;
  • o recurso de preenchimento automático por objeto, área (ex.: preencher todos os objetos com cor amarela);
  • a aplicação de padrões vetoriais de modo interativo (como no Flash cs4 em diante).

O Indesign (IND) CS6

  • agora faz aplicativos para dispositivos móveis (Apps). O Quarkxpress é melhor que o IND para gerar apicativos para dispositivos móveis; p.ex., o Indesign usa diversos novos painéis para conteúdo interativo, o Quarkxpress, em comparação, um painel só… O QuarkXpress gera Apps de modo mais rápido que o IND.
  • Os aplicativos  do Indesign são arquivos com extensão .ZAVE.
  • Bug desta versão do IND CS6: espaço acima do parágrafo não funciona se criar estilos de parágrafo (esse bug não existe na versão 5.5).
  • O IND CS6 possui “layout líquido”: permitindo mudar o tamanho e orientação da página de modo interativo, arrastando e soltando a borda da página (com as ferramementas Page tool e Gap tool); assim pode-se definir que objetos dentro da página (ex: caixa de texto) fiquem sempre com margem igual para todos os lados, independente do layout (vertical ou horizontal) ou rolagem de tela.
  • O IND CS6 possui um painel chamado Content placer, ferramenta para inserção de conteúdo vinculado (biblioteca de símbolos) dentro do IND. Esse conteúdo é voltado para aplicativos móveis ou não.

O palestrante observou que o sucesso do software está em seguir os líderes: a Macromedia seguia os atalhos de teclado da Adobe, como faz a Quark. A Corel não segue, daí estar correndo atrás do prejuízo, investindo em design de interface, p. ex…

QuarkXpress

O QuarkXpress cria projetos de publicação, e ao exportar gera arquivos para mídias diferentes, já ajustados (orientação vertical ou horizontal; layout responsivo/auto ajustável a tela ou fixo, etc). Recursos interessantes:

  • Alterações que se faz na diagramação de um projeto (mídia impressa, p.ex.) se refletem nos demais projetos (webdesign, aplicativos móveis, etc).
  • O Quark mantém os recursos (camadas, transparência) do Photoshop.
  • Há plugin do QuarkXpress para converter arquivos do Indesign para Quark e gerar apps para tablets.
  • A licença de um Quark pode ser usada em duas máquinas.
  • A Appstudio Preview da Quark é um visualizador gratuito de apps.
  • Quarkxpress 9 possui o Xstudio, aplicativo de desenvolvimento para publicação digital.

O palestrante não deixou muito claro, mas parece que a WOC possui curso de publicação digital com Indesign e QuarkXpress, que já vem sido ministrado em empresas.

A WOC poderia oferecer palestra sobre aplicativos Adobe Touch, ou pequenos workshops com uso deste software.

Enfim, foi uma palestra muito boa, abrangente, mesmo estendendo além do horário programado, por conta das perguntas dos participantes.

Notas:

(*) Suécia Inovadora – A exposição apresentada pela Embaixada da Suécia aborda 20 problemas enfrentados pela sociedade e como a inovação está sendo aplicada para enfrentar esses problemas | Até 8 de julho de 2012.
Fonte: http://www.bb.com.br/portalbb/page501,128,10154,0,0,1,1.bb?codigoMenu=9894&codigoMenu=9890

Anúncios

2 Respostas

  1. […] já havia comentado por aqui, a Adobe está acompanhando os novos tempos, e uma de suas estratégia de “software nas […]

  2. […] era dos aplicativos “nas nuvens” parece que já começou, seja com a suíte Adobe CS6 ou com o Office365 da microsoft. No caso do Google, a empresa parece pretender repetir o sucesso do […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: